PSIQUIATRIA

E SAÚDE MENTAL

(CID-10)

Aula 1

Slides por Gregório Ribeiro de Miranda


Concurso INSS 2015

Apresentação

Esta aula é integralmente baseada no livro "Psiquiatria e Saúde Mental", de Portella Nunes, Romildo Bueno e Nardi, publicado pela editora Atheneu.

O livro, ideal para quem estuda para concursos e precisa de acesso fácil aos critérios diagnósticos da CID-10, chama atenção pela objetividade e conteúdo prático, sem se deter tanto em discussões teóricas.

A primeira aula contém 100 slides e abarca as páginas 01 a 74 (cerca de metade do livro).

Bons estudos!

Concurso INSS 2015
## Plano de aula 1. [Breve história da Psiquiatria](#/breve) 1. [Correntes de Pensamento em Medicina](#/correntes) 1. [Psicopatologia Básica](#/psicopatologia-basica) 1. [O Diagnóstico em Psiquiatria](#/diagnostico) 1. [Transtornos mentais devidos à condição médica geral](#/condicao-medica) 1. [Retardo mental](#/retardo) 1. [Aspectos neuropsiquiátricos na infecção pelo HIV e na Sida (Aids)](#/hiv)
> “_Psiquiatria e Saúde Mental_ foi escrito para atender às necessidades de residentes em psiquiatria, psicólogos e estudantes de medicina e psicologia que necessitem de uma __informação sucinta e rápida__ que os oriente nas tarefas de diagnosticar e lidar com os transtornos psiquiátricos” (Prefácio, grifo meu). Todos os diagnósticos são feitos com os critérios da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (__CID-10__), publicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e oficial no Brasil.
No início das civilizações, era comum a ideia que o __sobrenatural__ causava os transtornos mentais. #### Século XVII __Período de transição__ e começo da aplicação de critérios metodológicos científicos; A visão médica se volta para o doente mental. #### Século XVIII Dominância de __critérios racionais e científicos__ na psiquiatria.
__Emil Kraepelin__ Diferenciou com clareza, e com base na evolução natural, * a __demência precoce__ (depois denominada esquizofrenia), que conduzia à deterioração; * da __insanidade maníaco-depressiva__ (transtornos do humor), que preservava a personalidade. __Sigmund Freud__ Importante progresso para a __compreensão da mente humana__ no campo psicológico, demonstrando o nosso __mundo inconsciente__.
Hoje, a psiquiatria apresenta-se como uma especialidade médica __voltada para ajudar o doente mental__, desvendando as __causas__ biológicas, genéticas, sociais e psicológicas do seu adoecer. __É uma especialidade médica ambulatorial__. As internações só ocorrem em emergências, por breves períodos ou em casos raros de gravidade acentuada. Há uma __revalorização do diagnóstico__ e a busca de se diagnosticar melhor, com mais precisão e concordância. Apresenta tratamentos ressocializantes, psicológicos e biológicos que visam __curar quando possível__ e, fundamentalmente, __melhorar a qualidade de vida__ de quem sofre de um transtorno mental.
> “Este livro toma como ideia central a __doutrina _biopsicossocial___. Postulamos que um paciente, em qualquer especialidade médica, só pode ser adequadamente compreendido quando o clínico considera todos os níveis de seu funcionamento: >- __Físico__; >- __Psicológico__; >- __Social__” > (p. 8, grifos meus).
__Movimento da “medicina psicossomática”__ Segundo os autores, __o termo é inadequado e precisa ser afastado__: ao acentuar algumas enfermidades físicas que seriam influenciadas por fatores psicológicos, sugere a existência de outras que não o fossem. __Homem como um ser histórico__ Significa que temos a capacidade de __aprender com as experiências do passado e tentar mudar o futuro__. Tanto como pessoal como socialmente.
> “O privilégio simbólico tem um preço alto que não nos deve enganar. Os outros animais adoecem como organismos. Os homens adoecem como pessoas. Os médicos lidam sempre com o __corpo simbólico__ e não apenas com o corpo físico” (p. 11).
### Psicopatologia fenomenológica __Psicopatologia__ é __a ciência__ que estuda as anormalidades psíquicas do ser humano. __Fenomenologia__ é __o método__ utilizado pela psiquiatria como ferramenta para o diagnóstico. * Foi desenvolvida por Karl Jaspers em 1913. * Baseia-se na descrição dos fenômenos psíquicos conforme sejam observados ou relatados. * O papel da psicopatologia fenomenológica é __limitar, distinguir e descrever__ fenômenos efetivamente experimentados pelos pacientes.
* O importante na fenomenologia é __descrever o que é vivido__ diretamente pelo indivíduo, a fim de podermos __reconhecer o que há de idêntico dentro da multiplicidade__ de variações do comportamento humano patológico. * Utiliza a __empatia__ para elucidar os sintomas observados: __os pacientes são os melhores professores__. * O exame psicopatológico nunca será perfeito se o examinador não possuir clara visão do __meio cultural em que vive o paciente__.
Em psicopatologia fenomenológica, há uma diferenciação básica entre: * ___forma___ (experiência psíquica ou estrutura do sintoma que sempre se mantém) * e ___conteúdo___ (o "recheio" desse sintoma, que é variável). __Exemplo__.: Um paciente delirante que diz ser rei e outro que diz ser Deus. Ambos têm sintomas com a mesma forma (idéia delirante), mas com conteúdos diferentes.
* A psicopatologia fenomenológica é a base da psiquiatria clínica. * Resumiremos a seguir as __principais funções psíquicas__ e suas __anormalidades__ mais frequentes.
### Consciência > “A consciência é a capacidade neurológica de captar o ambiente e de se orientar de forma adequada. __Estar consciente é estar lúcido, com o sensório claro.__ A consciência é avaliada pelas funções da __atenção__ e __orientação__” (p. 14, grifo meu).
### Consciência * __Estreitamento__: redução quantitativa e qualitativa da consciência, há um conteúdo menor e uma seleção sistemática dos temas (ex. manifestações histéricas). * __Entorpecimento__: diminuição ou perda da lucidez e da vigília. Os estímulos externos só são apreendidos com esforço da atenção, a qual dificilmente se forma e se mantém (ex. traumas cranianos e febres). * __Obnubilação__: além do rebaixamento do nível de consciência que ocorre no entorpecimento, há a presença de um conteúdo anormal. Acompanha-se de distúrbios sensoperceptivos e do pensamento (ex. delirium).
### Atenção > “É a __capacidade de se concentrar__ em determinado objeto ou situação. Pode ser passiva, espontânea (__vigilância__) ou ativa e determinada pela vontade ou afeto (__tenacidade__)” (p. 14, grifo meu). * Em casos de depressão pode ocorrer hipertenacidade em temas depressivos e hipovigilância em outros temas.
### Orientação > “Requer atividades mentais como as tendências instintivas, a percepção, a memória, a atenção e a inteligência. Tudo que impede a __apreensão de dados objetivos__ e sua incorporação à experiência é causa de desorientação”. * O __espaço e o tempo__ estão sempre presentes na atividade psíquica lúcida.
### Orientação * __Desorientação alopíquica__ é relativa ao espaço e ao tempo. * __Desorientação cronopsíquica__ é relativa apenas ao tempo. Desconhecimento da data quando a situação exterior permite informá-la. * __Desorientação autopsíquica__ é relativa ao próprio eu. Ocorre apenas nos casos mais graves. * __Dupla orientação__ é a experiência em vivenciar simultaneamente dois mundos, o real e o psicótico. O paciente se diz um príncipe, mas vai às consultas médicas.
### Pensamento e delírio >“O pensamento é o resultado da __capacidade de organizar as ideias__ de forma, curso e conteúdo harmônicos com as necessidades individuais e circunstanciais. O pensamento normal apresenta constância, organização e continuidade” (p. 15, grifo meu).
### Pensamento e delírio #### Distúrbios da forma * __Descarrilhamento__: mudança súbita e inexplicável de uma linha de ideias para outra. * __Substituição__: troca de uma ideia por outra, sem descarrilhamento, tornando o pensamento incompreensível. * __Omissão__: quebra em uma linha de ideias sem que outra seja utilizada para preencher o espaço. * __Fusão__: união de duas ou mais ideias de forma não-lógica. * __Prolixidade__: utilização excessiva de sinonímias e rodeios para atingir um objetivo.
### Pensamento e delírio #### Distúrbios da forma * __Perseveração__: há pobreza de conceitos e o indivíduo persiste em um ou poucos temas, independente do assunto em pauta. * __Concretude__: dificuldade de abstrair o significado simbólico de conceitos. * __Neologismo__: criação de palavras novas ou novos significados para palavras já existentes. * __Tangencialidade__: dificuldade de responder exatamente ao que foi perguntado. * __Circunstancialidade__: se perde em discurso excessivo e sem objetivo.
### Pensamento e delírio #### Distúrbios do curso * __Lentidão__: inibição ou retardo do pensamento. * __Aceleração__: nos casos mais graves chamada de fuga de ideias. * __Interrupção__ no curso de apresentação das ideias: bloqueio ou roubo do pensamento. * __Logorréia ou verborréia__: expressão fácil, incessante e incoercível.
### Pensamento e delírio #### O conteúdo do pensamento * Os conteúdos desviados podem contar primordialmente temas místicos, paranoides, de grandeza, hipocondríacos, culpa, etc. * __Delírios primários__: são distúrbios do juízo crítico não influenciados na sua lógica e coerência por qualquer outra experiência psicológica. Há __certeza inabalável__ que não se deixa refutar pelo argumento lógico nem pela experiência. Só podem ser assim descritos quando cursam com lucidez de consciência.
### Pensamento e delírio #### O conteúdo do pensamento Os delírios se manifestam através de: * __Percepção delirante__: há uma percepção normal, e a partir dela ocorre a atribuição de significado novo que alude ao próprio eu do paciente. - __Ex.__: uma nuvem negra --> um grupo terrorista pretende me matar. * __Representação delirante__: surge uma ideia errônea sem que tenha ocorrido percepção anterior.
### Pensamento e delírio A __publicação do pensamento__ (escutar o próprio pensamento em voz alta) e a __leitura do pensamento__ (capacidade de ler os pensamentos de outrem) são distúrbios do pensamento que associam anormalidades na esfera da sensopercepção e da consciência do eu.
### Consciência do eu > “Refere-se à consciência do eu corporal e psíquico. É a sensação subjetiva de convicção da existência pessoal, da diferenciação e limites entre o sujeito e o mundo, e inclui a sensação de autonomia" (p. 17). * Distúrbios da consciência do eu são típicos da esquizofrenia, de transtornos relacionados ao uso de drogas e síndromes demenciais.
### Consciência do eu * __Distúrbios da atividade do eu__: o paciente sente que não é o agente ativo de seus atos. A experiência transcorre como um acontecer automático. * __Distúrbios da unidade do eu__: o paciente tem noção de ser um e outro ou vários outros simultaneamente. * __Distúrbios da identidade do eu__: o paciente não se reconhece como si próprio. Pode se reconhecer como outro ou apenas estranhar o seu próprio eu. * __Distúrbios da relação eu-mundo__: desaparecem os limites entre o interno e o externo. Ex.: publicação e roubo do pensamento.
### Sensopercepção > “O estímulo externo é captado pelo sistema nervoso periférico, que o transmite para o sistema nervoso central. Este o decodifica e interpreta, criando a 'consciência do objeto' através de uma imagem sensorial, que por sua vez é compreendida como realidade” (p. 17).
### Sensopercepção As __percepções reais__ apresentam as seguintes características: * São substanciais, apresentam corporeidade; * Aparecem no espaço objetivo externo; * São claramente delineadas, sabemos com exatidão onde começam e onde terminam; * São constantes e independentes da vontade; * Seus elementos sensórios são totais e claros. * As imagens mentais apresentam características opostas.
### Sensopercepção As anormalidades da percepção podem ser divididas quanto à intensidade e qualidade. #### Intensidade * __Hiperestesia__: Os estímulos são captados de forma exagerada. Ex.: enxaquecas, epilepsias, intoxicação aguda por anfetamina ou cocaína. * __Hipoestesia__: Os estímulos são captados de forma inibida. Ex.: transtornos depressivos e demência. * __Anestesia__: É a ausência de percepção. Ex.: manifestações histéricas e intoxicação por drogas.
### Sensopercepção #### Qualidade * __Troca__: mudança de uma sensação comum por outra, em geral desagradável. Ex.: Odor fétido para perfumes agradáveis. * __Sinestesia__: troca da qualidade sensorial por outra. Ex.: Ver sons, ouvir cores. * __Desrealização e despersonalização__: Sensação de estranheza em relação ao mundo ou a si próprio. O indivíduo reconhece que o mundo ou ele não mudaram, mas algo está estranho, diferente.
### Sensopercepção #### Qualidade __Falsas percepções:__ * __Ilusões__: são percepções deformadas do objeto. * __Pareidolias__: são percepções fantásticas em objeto real, criadas ou captadas sem a perda do contato com a realidade. Ex.: imagens de pessoas em manchas na parede.
### Sensopercepção #### Qualidade __Falsas percepções:__ * __Alucinações__: aparecimento na consciência de uma imagem com todas as características de uma percepção normal, sem que exista qualquer objeto externo responsável pelo estímulo. O paciente apresenta total convicção em relação a elas. * __Pseudo-alucinações__: apresentam todas as características das alucinações com exceção da projeção no espaço externo e da corporeidade.
### Memória > “A memória é o ponto de convergência do espaço e do tempo, do corpo e da mente. A memória tem que apresentar fixação, conservação, evocação e localização"(p. 19). * ___Memória imediata___: desaparece facilmente se não apresentar conotação afetiva ou outra importância. * ___Memória de fixação___: é a memória recente, onde guardamos dados aprendidos nos últimos dias ou semanas. * ___Memória de evocação___: onde guardamos os dados mais antigos de nossa vida.
### Memória * __Amnésia maciça__: esquecimento de grande parte ou de todo o passado (como após grave traumatismo craniano); * __Amnésia lacunar__: comprometimento de fatos limitados do passado (indivíduo recorda o anterior e o posterior da determinado período); * __Amnésia sistemática ou seletiva__: o esquecido refere-se apenas a um determinado tema (ex.: nas manifestações histéricas).
### Memória * Confabulações: são falsas recordações que não se mantêm por muito tempo. Os temas são criados para preencher vazios de memória; #### Distorções do reconhecimento * ___Déjà vu___: O indivíduo reconhece uma situação ou objeto novo como já ocorrido ou conhecido. * ___Jamais vu___: O indivíduo desconhece uma situação ou objeto conhecidos.
### Inteligência >Envolve “uma __definição de propósitos__ (encontrar meios para alcançar um determinado fim) e uma __ordem econômica__ (máximo de efeito com o menor dispêndio possível)” (p. 20, grifo meu). * É uma função mental complexa e de difícil mensuração. O método mais aceito é o “quoeficiente de inteligência” (__QI__), que tenta correlacionar idade mental e idade cronológica.
### Inteligência Na prática, podemos classificar os transtornos de inteligência em: * __Estruturais ou duráveis__ (retardo mental, demências) * E __passageiros__ (interferência momentânea no rendimento, como problemas de atenção).
### Afeto > “É a manifestação de ligação com o meio, como reagimos a tudo que nos cerca. O afeto é a capacidade de vivenciarmos as nossas emoções, e consequentes interesses, em relação ao todo de nossa vida” (p. 21).
### Afeto #### Alterações quanto à quantidade * __Aumento da excitabilidade afetiva__ (ex.: nos transtornos de personalidade); * __Diminuição do afeto__ * __Apatia__ (ex.: esquizofrenia e retardo mental).
### Afeto #### Alterações quanto à qualidade São mais frequentes em doenças psicóticas. * __Ambitimia__: sentimentos opostos e concomitantes em relação a determinado objeto; * __Paratimia__: inadequação do sentimento ao estímulo. Ex.: Paciente reage com ódio a um estímulo agradável. * __Neotimia__: um sentimento novo. Pode estar associado a objeto que não apresentava significado especial ou sentimentos de plenitude, infelicidade, etc.
### Afeto * __Labilidade emocional__: mudanças frequentes e súbitas de sentimentos, de forma inapropriada; * __Incontinência afetiva__: exteriorização de sentimentos exagerados devido a causas insuficientes ou inadequadas. * __Embotamento afetivo ou esmaecimento afetivo__: diminuição da capacidade de ligação emocional com o mundo e consigo próprio. * __Rigidez afetiva__: perda da capacidade de modular o afeto. O paciente permanece com algumas expressões emocionais, mas com dificuldade de modulação às situações externas.
### Afeto * Diátese explosiva (ou “síndrome vasomotora”): momentos violentos de cólera desproporcionais à causa. #### Humor * É o estado mais duradouro e basal do afeto. * Pode se apresentar eutímico (em sintona com o ambiente), depressivo, eufórico, ansioso ou irritado. * __Humor delirante__: estado de espírito vago, inquietante e indefinível que precede o delírio verdadeiro. Desaparece com o surgimento deste.
### Vontade > “É a capacidade de associar o livre-arbítrio e o determinismo inerente à condição humana” (p. 22). * __Hiperbulia__: aumento dos desejos. * __Hipobulia__: diminuição dos desejos. * __Impulsos__: atos sem conteúdo ou direção certos. Aparecem subitamente e quase sempre com consequências danosas. * __Estupor__: ausência de movimentos espontâneos.
### Vontade * __Negativismo__: uma resistência, não deliberada nem motivada, contra qualquer tipo de impulso, ideia ou ato motor. - __Passivo__: indivíduo se abstém de realizar qualquer ato. - __Ativo__: realiza o oposto do que lhe é sugerido. * __Obediência automática__: realização, de forma imediata e passiva, das indicações ou ordens recebidas. * __Reações em eco__: demonstram dificuldade em estabelecer limites e critérios. Paciente pode repetir atos complexos (ecopraxia), os próprios atos (ecomimia) ou sons (ecolalia).
### Vontade * A __psicomotricidade__ reflete, em parte, o estado da vontade. Os atos podem ser voluntários ou involuntários (reflexos, instintivos ou automatizados). * __Hipercinesia__: exaltação patológica da motricidade voluntária e involuntária. * __Hipocinesia ou inibição psicomotora__: diminuição acentuada e generalizada dos movimentos espontâneos. * __Acinesia ou estupor__: abolição total dos movimentos espontâneos. * __Discinesisas__: movimentos involuntários e repetitivos anormais.
### Vontade * __Hiperpraxia ou hiperatividade__: exagero da atividade motora voluntária de execução. * __Hipopraxia ou hipoatividade__: diminuição patológica dos movimentos voluntários. * __Bradipraxia__: lentificação anômala dos movimentos voluntários. --- * __Flexibilidade cérea__: rigidez muscular, porém fácil de vencer, quando conseguimos colocar o paciente nas mais variadas posições, mesmo que sejam desconfortáveis.
Pertencem a três grupos principais: 1. Os quadros de delirium 2. As demências 3. Os transtornos amnésticos.
> O termo designa “o desenvolvimento mental retardado, incompleto ou anormal, presente ao nascimento ou no começo da infância e caracterizado principalmente por inteligência limitada” (p. 57). ### Classificação * __Leve__ (QI de 69 a 55) * __Moderado__ (QI de 54 a 40) * __Grave__ (QI de 39 a 25) * __Profundo__ (QI abaixo de 25)
O HIV, da família dos vírus de ação lenta, é um retrovírus que destrói seletivamente as células T-4/helpers/inducers, o que faz com que surjam inúmeras deficiências imunológicas graves. O vírus é transmitido pela inoculação de fluidos infectados na corrente sanguínea. ### Positivação do soro Ocorre __entre dois a três meses__, com o desenvolvimento de anticorpos, apesar de, em alguns casos, tal fenômeno só vir a ocorrer entre 10-12 meses após a exposição.
Cursos Online para Concursos